Pensamentos

Sobre pequenas vitórias, foco na solução do problema e o caminho do sucesso

Remédio

Claro que ninguém quer passar por um bloqueio criativo logo depois de divulgar pra meio mundo que finalmente resolveu levar a sério esse negócio de blog. Mas aqui é vida real, ainda não tenho um estoque de posts prontos, então eu venho contar que to sem inspiração mesmo depois de divulgar pra meio mundo que resolvi levar a sério esse negócio de blog.

Depois de uma semana mega produtiva, que foi minha semana passada, veio esta semana que não está sendo das mais produtivas em termos de trabalho/ produção concreta de coisas. Ta sendo cansativa, muitas coisas empacadas. Eu estou empacada nos meus projetos, sem concentração pra assistir aula… Mas internamente ta sendo produtivo.

Aliás, talvez por essa grande produtividade interna é que não tenha saído nada até agora. E o que eu quero dizer com produtividade interna? Muita coisa acontecendo nos meus pensamentos e sentimentos, lidando com questões financeiras que eu gostaria muito de ja ter resolvido, falta de comunicação, medos, frustrações, e eu estou conseguindo lidar com tudo isso! YAY!

O que é uma vitória incrível, porque antes de fazer esse monte de meditação, de ler sobre desenvolvimento pessoal e um monte de coisas de auto-ajuda e motivação que eu achava que era um monte de clichês encadernados só pra pegar dinheiro dos desesperados, e de estar aprendendo a lidar com meus sentimentos, eu ficava “na bad” por dias. Eu tinha esse mindset de que se tem alguma coisa errada, que não está do jeito que eu quero, eu não tinha o direito de me sentir bem, de estar de bom humor. É um pensamento muito limitante. Quem é que gosta de se sentir mal?

Claro que a gente não tem a obrigação de se sentir bem o tempo todo, as emoções e sentimentos negativos existem por uma razão, a gente tem muito o que aprender com eles. Mas também qual a necessidade de ficar apegada nessa bad? E aprendi que eu posso escolher como eu quero me sentir. E desapegar desses sentimentos ruins exige prática, não é de uma hora pra outra. Tem dias que é mais fácil, tem dias que é mais difícil.

Essa semana foi mais difícil. Mas eu consegui, e estou comemorando essa pequena grande vitória, e vim contar aqui que é possível controlar os pensamento e sentimentos. E vim contar também que aprender a controlar os sentimentos ruins e as emoções ruins não quer dizer que a gente vai ficar vomitando arco-íris por aí, porque é cansativo. Leva um tempo pra recuperar as energias físicas e mentais antes de voltar aos arco-íris. Ainda nem chegou a sexta feira e eu estou esgotada. Tenho prova do curso hoje e ainda não terminei o módulo. Tenho que sair daqui a pouco e não consigo terminar esse texto. To doida pra tomar um banho e lavar o cabelo. Minha alimentação ta uma bosta nessas últimas semanas porque machuquei o pé e ta complicado pra ficar em pé cozinhando, então dá-lhe congelados.

Mas sair da zona de conforto é um processo, e não é um mar de rosas. Dói, é cansativo, é um porre, da até um pouco de raiva de pessoas que fazem parecer fácil mudar de vida, que fazem parecer que “é só mudar o mindset” e fazer sucesso. Não é só fazer um curso de finanças e sair ganhando dinheiro, não é só começar um processo de coaching e magicamente aparecer a coragem e a vontade de sair gravando stories no insta, virar influencer digital e ganhar presentes de marcas, ou sair escrevendo sobre detalhes da sua vida pessoal e ser convidada a escrever um livro.

Na vida real, vão te selecionar pra uma agência de modelos e você não vai ter a grana pra investir no curso e no book. Você não vai ter aquela motivação épica todos os dias quando tentar levantar as 5h da manhã. Vai ter dias que você vai acordar as 11h30 e não vai ter a menor vontade de levantar da cama. Mas a fome aparece, e você levanta, vai comer e vai fazendo uma tarefa atras da outra, vai colocando uma palavra depois da outra, e quando perceber o dia ja acabou, o texto está pronto, e você ainda vai ficar se perguntando como foi que conseguiu, e às vezes nem vai se dar conta de quantas tarefas conseguiu completar.

Vejo muita gente compartilhando o antes e o depois de suas vidas, como estão maravilhosamente bem, compartilhando histórias de sucesso, e vejo pouca gente compartilhando o processo, os bastidores dessa jornada, que eu acho muito mais interessante. As dores e as delícias dessa transformação. Essas pessoas fazem parecer fácil. Elas dizem que foi difícil, mas são poucas as pessoas que mostram os desafios enquanto estão passando por eles. Talvez estejam tão focadas em superar cada etapa, tão focadas no objetivo final que nem sobra tempo e disposição pra mais nada.

Então se você também esta nessa jornada, não se sinta uma perdedora, não se sinta fraca, não se sinta incompetente porque está enfrentando desafios enquanto todo mundo parece que ja chegou no pódio. Respeite seu tempo, respeite o seu processo. Não se compare, mas se inspire em outras histórias. E comemore cada passo, mesmo que esteja cansada. Descansa, passa um óleo de coco no arranhão pra ajudar a cicatrizar, vai atras de um comprimido pra dor de cabeça, não fica só reclamando esperando a dor passar, bota gelo, pede ajuda, faz o que você precisa fazer pra recuperar as energias. E continue andando, e principalmente, aproveite o caminho.

É muito fácil perder a noção de onde nós estamos, de todas as nossas conquistas até agora. É muito fácil focar nos problemas, e esquecer as soluções. É fácil ficar só reclamando da dificuldade, reclamar que ta cansada, botar a culpa no outro. Reclamar que não tem inspiração, que o texto não sai. Talvez você sinta que seu objetivo ainda está muito longe. Talvez você ainda nem saiba onde quer chegar com clareza, só sabe que não quer mais ficar no mesmo lugar. Tenha consciência de todo o esforço que você ja fez pra chegar onde está. Valorize cada passo que te trouxe aqui. Comemore cada vitória, cada etapa do processo, cada dia. Agradece por tudo que você ja conquistou. Vai colocando um pé na frente do outro, vai fazendo uma coisa de cada vez. Vai buscando seu caminho. Vai escrevendo uma palavra depois da outra.

Quando você menos esperar o texto ta pronto, e não importa se não for o melhor que você ja escreveu, o importante é que você fez.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s